Estamos em novo endereço:
www.monolitospost.com

segunda-feira, 29 de junho de 2009

DENÚNCIA: CADÊ O DINHEIRO DA EMPRESQ?

A EMPRESQ (Empresa de Negócios e Serviços de Quixadá) é uma empresa pública pertencente ao município de Quixadá. Tem como função arrecadar recursos para os cofres municipais de atividades tidas econômicas, ou seja, que tenha prestação de serviços e cobrança de tarifas.

Administra a Rodoviária, Matadouro Público, Feira de Frutas e Verduras, Cemitérios públicos, o Parque de Feiras (Putiú), o recebimento de aluguéis dos prédios da prefeitura, além dos sistemas de abastecimento de água dos distritos.

Deveria arrecadar uma boa quantia para o erário municipal. Entretanto, ao verificarmos as receitas municipais de 2008, não é isso que está acontecendo, senão vejamos o balanço segundo informações constantes em dados do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios):

ANO 2008

JANEIRO – ZERO

FEVEREIRO – ZERO

MARÇO – ZERO

ABRIL – ZERO

MAIO – R$ 1.557,20

JUNHO – R$ 2.969,28

JULHO – R$ 9.402,50

AGOSTO – ZERO

SETEMBRO – ZERO

OUTUBRO – ZERO

NOVEMBRO – ZERO

DEZEMBRO –ZERO

Como se pode analisar apenas aconteceu arrecadação durante três meses e somente no período pré-eleitoral, ou ainda no inicio das eleições.

E deve-se levar em conta que somente um mês de arrecadação de taxas de abate de animais, taxas de sepultamento, taxas de embarque de passageiros, taxas na cobrança de animais nas feiras e das bancas/barracas das respectivas feiras; é bem maior que a arrecadação demonstrada para o ano todo.

Aliás, segundo um funcionário que não quis se identificar, a arrecadação ultrapassa a casa dos 20 mil todos os meses.

Em alguns meses beira o valor de R$ 30.000,00. Seriam recursos da ordem de aproximadamente R$ 300 mil reais durante o ano.

Para onde foi esse dinheiro se não entrou nos cofres públicos?

Será possível que na maioria dos meses do ano não se matou um só boi, não embarcou nenhum passageiro para Fortaleza ou outra cidade, não aconteceu nenhum sepultamento ou aconteceu nenhuma feira?

Ninguém acredita nisso, claro, todos os dias o mercado vende carne, a feira de frutas está lá, na rodoviária passam ônibus.

Cabe à Câmara Municipal fiscalizar estes números e encaminhar solicitação para apuração pelo TCM.

O povo quer saber:

Para onde foi esse dinheiro, se é obrigatório que tudo recurso arrecadado dê entrada nas contas da prefeitura?

Será que algum servidor ou secretário desviou esses recursos?

Será que houve conivência ou conluio com o ex-prefeito ?

Não temos essas respostas, mas o povo quer saber a verdade.


PS: Só lembrando o prefeito na época era Ilário Marques e o presidente da Empresq era o Sr. Almeida Viana, que foi colocado pelo ex-prefeito no cargo de Diretor do Departamento de Trânsito.

6 comentários:

  1. ISSO NÃO É JEITO DE SE FAZER DENÚNICA. CADÊ O NÚMERO DO PROTOCOLO NO TCM????

    AQUI, NESSE TEXTO, NÃO TEM PROVA NENHUMA.

    MARCOS QUEIROZ.

    ResponderExcluir
  2. Caro Marcos Queiroz e leitores,

    Essa denúncia foi baseada em documentos que recebemos do TCM, através de um CD padronizado, portanto são mais de 10.000 páginas entre receitas e despesas, não poderíamos especificar uma a uma, despesas ou receitas.
    Porém, como sempre fazemos, deixamos a disposição de qualquer cidadão, uma cópia em CD, para que se posssa analisar ítem por ítem, se assim desejar.
    Este é um resultado de um trabalho arduo que estamos fazendo visando oferecer aos nossos ouvintes, através de nossas emissoras de rádio, e leitores através do blog.
    Portanto , frissamos, qualquer cidadão que desejar uma cópia de todas os documentos ficará disponibilizado na sede do Sistema Monólitos de Comunicação a rua Tabelião Enéas, 495, 2º andar, centro Quixadá-ce.

    ResponderExcluir
  3. CARLOS MORENO NETO29 de junho de 2009 22:58

    É vergonhosa a prestação de contas da Empresq, sendo do conhecimento de todos que a mesma arrecada recursos em diversos segmentos da economia municipal, conforme especificados na matéria. Mas o que mais me chamou a atenção foi o descaso, irresponsabilidade, subserviência, talvez, dos nossos vereadores de oposição. Em 2004 e 2008 votei num vereador de oposição, verador Ci 45111, e o que mais me assusta é o fato de que ele, assim como os outros não tenham atentado para uma imoralidade dessa envergadura, violando princípios que regem a administração pública os mais diversos. Se não é descaso de nosos representantes do Legislativo, responsáveis pela aprovação dessas respectivas contas(fiscalização interna), tal atitude reflete incompetência ou subserviência. Nada justifica tamanha irresponsabilidade, nada justifica tamanha inércia. Vou repensar meu voto de hj em diante, pois precisamos de um Legislativo forte, não de faz de conta!!!

    ResponderExcluir
  4. Caríssimo Marcos Queiroz,
    Parabéns. Nota-se que você está preocupadíssimo em descobrir a verdade. Querer que num texto (denùncia) esteja a prova do fato, é muito né? Ora se no texto do blog não prova a falcatrua, devo achar que seu texto também não desmente. Afinal não tem prova. Em vez de procurar desmerecer a denúncia comprovada pela documentação do TCM o sr. deveria não procurar o PROTOCOLO, mas SIM os LADRÃOES DO PATRIMÔNIO PÚBLICO, sabe o que é isso?

    ResponderExcluir
  5. MEU CARO PAULO ANTÔNIO! COMO É QUE ELE VAI PROCURAR OS LADRÕES, SE ELE É UM DELES, POIS SÓ QUEM DEFENDE ESSA CAMBADA DE LADRÔES ESTÁ ROUBANDO TAMBÉM!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Verdadeira imoralidade. Os permissionários instalados nos prédios públicos precisam ser ouvidos. A população que paga taxas de embarque na rodoviária, também. As pessoas que com muita dor enterram seus parentes e são compelidos a pagar taxa de sepultamento, além do pessoal dos mercados, os que abatem animais no matadouro e aqueles que comercializam na feira e que pagam por animal. Não concordo com o comentário do Carlos Neto em seu todo, mas sobra razão quando pede providências, TA NA HORA DE INSTALAR A CPI DA EMPRESQ, os três vereadores da oposição poderão requererê-la, tá na hora de mobilizar o povo quixadaense contra tantos desmandos.

    ResponderExcluir