Estamos em novo endereço:
www.monolitospost.com

quarta-feira, 8 de abril de 2009

QUIXADÁ PODE PERDER O CAMPUS DA UFC


Quixadá começou a se transformar numa cidade universitária, com a idéia de D. Adélio de colocar em prática uma faculdade de grande porte em pleno sertão central, começou a semente da transformação de nossa cidade em um polo universitário.
Contribuindo ainda mais com essa ideologia o então vice-prefeito Cristiano Goes idealizou, pleteou, trabalhou, até que conseguiu, com a ajuda de outros políticos como o Ministro José Pimentel, um campus da UFC, e mais o CEFET, e a UAB.
Porém é com tristeza que podemos ver esse sonho acabado, o Sr. Osvaldo Andrade, que se considera um ambientalista, não sabemos até que ponto uma universidade pode atrapalhar algum tipo de ambiente, numa ação acreditamos impensada e inconsequente, denunciou a construção da sede deste campus.
Porém todas as instalções, segundo a UFC, foram liberadas pelo IPHAN e pelo IBAMA, faltando apenas uma liberação da SEMACE, e para isso houve uma reunião em Fortaleza com a cúpula desses orgãos e foi convidado o prefeito de Quixadá, que não apareceu, porém mandou um representante, o Sr. Nascimento Marques(irmão do ex-prefeito Ilário marques), que segundo fontes o secretário entrou mudo e saiu calado(mais uma fora, já não bastava o carnaval?) mostrando total desinteresse por esta grandiosa obra, parece "hilário" não é??
As autoridades municipais resta tentar reverter esse quadro de desinteresse e continuar esse grande sonho de possuirmos uma universidade pública para nossa população.

19 comentários:

  1. Esta situação é absurda. O sr. Oswaldo, um ambientalista de mentirinha é, na verdade, um parasita. Há anos vegeta às custas do poder público.Na primeira administração do PT parasitou 4 anos ganhando dinheiro da Prefeitura para fazer um horto de plantas medicinais. Nunca produziu uma coilhewr de lambedor e nem um xícara de chá. Aproveitou-se depois da "ingenuidade" do ex-presidente da Câmara Municipal de Quixadá para "vender" crédito de carbono do combustível usado pelos srs. vereadores. Só que quem devia pagar a conta era o erário público. E isto, para bom entendedor,cheira a vigarice pura. O sr. Oswaldo está impondo humilhações ao povo de Quixadá. Onde aprendeu a ser ambientalista? O que faz com o repasse da Câmara para a sua ONG. Recuperou o Sitiá?
    Vamos parafrasear Abraham Lincoln: "pode-se enganar a poucos por todo o tempo, a todos por pouco tempo, nunca a todos por todo o tempo.
    Sr. Oswaldo, qual é a bagagem cultural e ética que o sr. dispõe para tentar barrar um projeto de instalação de Universidades Públicas em Quixadá. A serviço de quem o sr. está? O que o sr. já fez honestamente pela nossa cidade?
    Não seria mais adequado que o sr. procurasse um emprego para sobreviver com dignidade como o povo trabalhador e digno de Quixadá faz?

    ResponderExcluir
  2. Só lembrando: a transformação de Quixadá em um polo universitário de referência começou com a instalação da gloriosa, sofrida e maltratada FECLESC, a pioneira.
    A FECLESC é uma obra de criação coletiva do povo de Quixadá, uma sonho acalentado desde 1966 e concretizado com sua implantação em 1983 e encampação pela Universidade Estadual do Ceará. Ao visionário Luiz Oswaldo deve-se a obstinação de um semeador que, conhecendo as múltiplas dificuldades, nunca deixou de sonhar e de traduzir seus sonhos em ações afirmativas. Mas, é dever de justiça informar, aos que não conhecem a história, que a negociação sobre a encampação da FECLESC pela UECE foi administrada pelo deputado Everardo Silveira em ação direta com o governador Gonzaga Mota tendo como palco a fazenda Bonito.
    Agora, um outro Oswaldo , equivocado, ou de má-fé, tenta torpedear um sonho dos quixadenses de ter um grande polo universitário de referência.
    A luta contra o obscurantismo do eco-vigarista, pseudo ecologista tem que ser encampada por todos os segmentos da sociedade civil do Sertão Central.
    Um povo que construiu um sonho em 1983 e que nos anos de 1986 a 1988 lutou contra a cassação dos cursos da FECLESC vai saber reagir contra o embuste.
    Com a palavra as lideranças civis de Quixadá, o clero e a nobreza, os patrões e os empregados, os clubes de serviço, a associações de classe, os sindicatos a associação dos filhos e amigos de Quixadá, as rádios locais e, de modo especial, a Rádio Monólitos.
    Contra o atraso, vamos defender as Universidades Públicas da sanha irracional de mal intencionados.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente não posso me indentificar, pois é muito desigual. Eu não tenho site, blog ou rádios para rebater as maudades do Sr. Everardo Filho, que a revelia, ignora o poder da comunicação que tem. Chamou alguem outro dia de covarde por não se indentificar, pois para mim covarde é quem utiliza-se dos meios de comunicação para denegrir a quem sempre lhe deu a mão. No caso da UFC, a prefeitura fez a sua parte, manteve os contatos, garantiu recursos, terrenos etc. Agora, se a instituição não observou a legalidade dos trâmites, isso é problema dela. Mesmo assim, ninguem terá o gostinho de ver essa obra sair de Quixadá, pois o que estava faltando, já está praticamente resolvido. Quanto à reunião, a mesma transcorreu na mais alta tranquilidade, embora observou-se que, o que na verdade está existindo, é jogo de poder entre as instituições. Quanto aos comentários desta matéria, isso já conhecemos, nisso o Zé Everardo Filho é doutor e o povo sabe também.

    ResponderExcluir
  4. Quem e a pessoa que cita tamanha imbecilidade em citar o Sr Oswaldo Andrade como inconsequente, por tomar a ininciativa calada por conta dos meios de counicação desta cidade, que passaram a vida toda mamando quando não da prefeitura, mamou na diocesse. Iniciativa esta de lutar pela prservação do unico espaço ainda de fato arborizado de nossa cidade, que por sinal e um espaço que percorre o rio Sitiá, o mesmo estando praticamente morto por conta da não responsabilidade ambiental dos nossos queridos salve-salve corja de politicos locais. Pelo que percebo e apoio de fato, o Sr Oswaldo não esta contra universidade nenhuma, mais sim a favor do meio ambiente, respeito os blog's como espaço democratico e de ampla discursão. Mas espaço de babação politiqueira a ponto de não reconhecer a importância da sustentabilidade ambiental, DÁ LICENCA.

    ResponderExcluir
  5. Esse tal de osvaldo só serve pra sugar o dinheiro do contribuinte falando em nome do meio ambiente.
    quem até hoje viu ele plantar uma arvore? so vive de receber dinheiro da prefeitura, da câmara, e do governo federal, alguem devia investigar o que ele fez com as verbas que a entidade dele recebeu do governo federal.
    Vai trabalhar osvaldo, um parasita desse vivendo as custas do povo e atrapalhando todo o desenvolvimento de uma sociedade.

    ResponderExcluir
  6. SECOM - Secretaria de Comunicação10 de abril de 2009 18:58

    RECUPERADA A ENTRADA DA CIDADE

    Por determinação do Prefeito de Quixadá, Rômulo Carneiro, a Secretaria de Edificações e Vias Públicas recuperou de forma paliativa, a estrada da cidade que leva o nome de Av. Jesus Maria José. É que as chuvas que caem constantemente nos últimos dias, não permitiram um trabalho mais consistente. No entanto, caso haja estiagem, a ordem do prefeito é deixa a entrada da cidade impecável.

    ResponderExcluir
  7. Ao longo dos últimos quatro anos tenho acompanhado os processos de preservação das reservas naturais dos Monumentos dos Monólitos de Quixadá, incluindo o Lago dos Monólitos (Açude do Euripedes) e o Açude do Cedro.

    Antes de qualquer crítica, anônima, o que considero um covarde ato de contestação, é importante refletir sobre as consequências dos atos governamentais, não importando de qual esfera ou coligação partidária seja.

    É certo que a captação de recursos para a realização de obras públicas é uma verdadeira batalha, e desprezar esses investimentos seria no mínimo abdicar de importantes realizações para qualquer comunidade, todavia, aplica-los de forma correta e equilibrada é a melhor forma de colher os dividendos que saem dos nossos bolsos, através dos impostos.

    A construção do campus da UFC em Quixadá é com certeza um empreendimento valiosíssimo para todo o Sertão Central, por outro lado a conservação da unidade dos monólitos erguidos ali faz milhões de anos também deve ser considerada.

    A unidade da UFC será construída há pouco mais de 50 metros da exótica paisagem monolítica do Serrote da Nariguda. Com certeza aquela formação geográfica tem um valor ambiental inestimável, de causar inveja a qualquer outro povo.

    Assim, nesse momento esqueçam as cores de suas bandeiras e "torçam" juntos por um desenvolvimento harmônico entre a natureza e o progresso.

    Com os avanços da engenharia em pouco mais de 120 dias será possivel erguer mais um campus universitário em Quixadá, em qualquer lugar que seja, mas com certeza serão necessários mais de 120 anos para reparar os erros provocados pela intolerância e a abnegação de um questinamento justo sobre a locação dessa importante obra.

    Imgine só. De repente empresários ambiciosos, com a conivência de governantes negligentes, resolvem erguer arranhas-céus diante da Estátua da Liberdade ou da Torre Eyfel. Apreciar esses monumentos da humanidade seria impossível. A "Pedra do Cruzeiro" é um exemplo real.

    Os"Monólitos de Quixadá" são tão valiosos quanto eles. A única diferença é que os interesses pessoais e a vaidade aparentam não dar importância para as riquezas desta terra maravilhosa, Quixadá.

    Portanto, sentem à mesa como pessoas civilizadas e avaliem com consciência e responsabilidade a possibilidade de transferência, ou não, do futuro campus da UFC, para uma área mais adequada. Com certeza nossos filhos e os filhos dos nossos filhos agradecerão.

    Quanto a Osvaldo Andrade, considero injustas as críticas a esse defensor da natureza. Não é todo mundo que conseque aprovar um projeto federal de R$ 400 mil para recuperação de uma mata ciliar. Os resultados desse trabalho demoram a aparecer. Você já experimentou plantar uma aroieira ou pau-branco no quintal da sua casa ? Espera só para ver quanto tempo levam para crescer.

    Finalizo as minhas considerações destacando que nas colocações jornalísticas tenho me esforçado em observar os posicionamentos das partes em questão sem expressar opiniões pessoais: Ética. Garanto, não é difícil, basta ser honesto.

    Alex Pimentel
    Correspondente jornalístico
    Servidor público estadual

    ResponderExcluir
  8. É ELE É BEM A CARA DO SR. ILARIANTE MESMO, QUE É CONTRA INDÚSTRIAS E EMPRESÁRIOS COM MEDO QUE O MUNICÍPIO SE DESENVOLVA E COM ISSO O PODER ESCORRA POR ENTRE OS SEUS DEDOS, COM CERTEZA SE QUIXADÁ ALCANÇASSE UM PATAMAR ALTO DE PROGRESSO, APARECERIAM NOVOS LÍDERES, COMERCIANTES, MÉDICOS, LIDERES DE ENTIDADES DE CLASSE, OU SEJA, CONCORRENTES DIRETOS DO SR. ILARIANTE, É MUITO CRIMINOSO O PROJETO DE PODER DE RAPAZINHO NÃO ACHAM, FUDER A CIDADE EM BENEFÍCIO PRÓPRIO!OLHE LÁ SE ELE NÃO ESTÁ POR TRÁS DESSE OSVALDO PRA LASCAR O DR. RÔMULO!

    ResponderExcluir
  9. Todos sabemos caro Alex que o sr também faz parte dessa intituição do osvaldo que só serve pra vocês usarem nosso dinheiro, dinheiro do povo, pois esses recursos são nossos, agora me diga onde você e o sr osvaldo plantaram arvores em quixadá???
    Temos que parar com esse lenga-lenga, não podemos deixar de ter uma educação publica de qualidade para vocês tentando mostrar que fazem alguma coisa e tirar dinheiro pra botar no bolso.
    Queremos a UFC, fora osvaldo....

    ResponderExcluir
  10. Discurso eloquente do sr. Alex Pimentel. Não seria mais óbvio, como membro da ONG e parceiro do sr. Oswaldo, informar onde foram aplicados os R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) captados do governo federal e os recursos que foram repassados pela Câmara Municipal?
    E ainda fala de ética!!!
    No mundo inteiro, sr Alex o sr. sabe, como jornalista que pretende ser, que sob o manto da defesa do meio ambiente se escondem ecovigaristas que visam seus interesses pessoais ou de seus patrões. São testas de ferro de espertalhões que não querem instituições públicas sérias levando educação de qualidade para o povo. Há até uma "Universidade Pública" sendo usada por espertalhões para mercantilizar a educação em Quixadá e no Ceará inteiro, enchendo os bolsos de falsos educadores, vendendo diplomas que péssima qualidade.
    Quem age contra a implantação das instituições UFC e IFET é reacionário usando um discurso falacioso para esconder seus verdadeiros objetivos.
    Ética e transparência são parceiras sr. Alex. Onde está a pública prestação de contas da ONG do sr. Oswaldo?
    Só a educação libertará nosso povo das trevas da ignorância preparando-o convenientemente para a luta sem tréguas contra a corrupção verticalizada que envergonha o Brasil.

    ResponderExcluir
  11. Prezado anônimo, covarde e pelo jeito desinformado, mal carater e preconceituoso internauta.

    Pro seu governo nos últimos dois anos participei do plantio de pelo menos mil mudas nativas em áreas degradadas desta terra maravilhosa sugada pela imbecilidade de pessoas inescrupulosas e mscaradas como você.

    Também já dediquei minha colaboração jornalística a mais de uma dezena de reportagens, na realidade 17, sobre o meio-ambiente, destacando sempre iniciativas louváveis, a exemplo o Projeto Óleo Limpo, promovido por uma cooperativa juvenil com o apoio da Prefeitura de Quixadá.

    "Todos nós" é muita gente e pelo que sei em qualquer estado de democracia é direito de todo cidadão se posicionar a respeito de qualquer obra pública. Não imaginava que apenas um homem fosse capaz de causar tanta preocupação.

    Não psctuo com ninguém sobre qualquer situação que seja. Reconheço porém a admiração a esse sujeito, Osvaldo Andrade, que assume o seu papel e luta por sua ideologia de cara limpa.

    Então tire essa carapuça, seja homem como ele, se identifique e assuma sua postura reacionária diante dos leitores desse interessante blog do Sistema Monólitos.

    Na oportunidade sugiro ainda que ao utilizar um espaço tão preciso pelo menos elabore mensagens com nexo e não deturpe as colocações alheias.

    No mais, prezado filho da "Dona Imbecilidade", vamos ver se você definitivamente entende: Pela minha posição como colaborador de um grande jornal preservo a minha imparcialidade. Coisa muito difícil nos dias de hoje, principalmente para quem se vende por pouco mais ou nada.

    Idiscutivelmente não sou contra a construção de mais uma universidade pública em Quixadá. Me formei em uma delas. Sei exatamente a importância de uma instituição como a UFC para qualquer cidade. É disputada a unhas e dentes por qualquer governante. E como o tema é relevante, pelo menos para quem sabe ler e intrepretar os corretos sinais da linguagem, me cabe o papel de abordar o assunto (Se tiver algum tema importante basta sugerir: calexpimentel@oi.com.br)

    Por fim, obrigado por me confirmar através de seus esdrúxulos comentários que realmente "A IGNORÂNÇA ASTRAVANCA O PROGREÇO"

    Alex Pimentel

    ResponderExcluir
  12. Meu nome é Marta Felício
    Pre-universitaria

    Estou gostando da discução sobre esse tema. Alex, é o da Civil né, está dando uma verdadeira lição de como se aborda um problema. Eu mesma havia entendido essa estoria da UFC de forma errada. Imagizava que o Oswaldo estava implicando com mais uma obra da prefeitura. O ponto de vista apresentado é realmente interessante. Isso é o que podemos chamar de consciência social. Já fui atendia por ele na Civil, quando ele conseguiu resolver o que para mim era um problemão e na verdade era apenas uma qestão de entender e respeitar o ponto de vista dos meus vizinhos. Minha mãe gostou muito.
    Quero ir para a UFC mas desse jeito vai sair mais caro que estudar na FACA. A preservação das nossas riquezas naturais não tem preço. Só percebemos o que perdemos quando perdemos.

    ResponderExcluir
  13. Interessante! Quando se fala em transparência e prestação de contas do dinheiro público o sr. Alex Pimentel rasga a própria máscara, perde a compostura, se irrita e agride. Bela argumentação. Só ofensas. Nada substancial. Vazio como seu anterior discurso. Da minha parte o debate está encerrado sr. Alex. O povo de Quixadá não merece seus chiliques e suas agressões de baixo nível para desviar o curso do debate e desqualificá-lo. Isto só revela a sua incompetência, o seu desequilíbrio. É mediocridade pura.
    Com toda certeza devo perservar o meu anonimato para evitar que sua manifesta violência se abata sobre a minha pessoa.

    ResponderExcluir
  14. Por que não é construido esse campus é outro terreno, ja que o problema é o "caminho do cedro" ? Será que de verdade existem pessoas interessadas em resolver esse problema de outra forma, ou será que só existem pessoas interessadas em que a UFC não fique em Quixadá ? Não sou de Quixadá, moro em Fortaleza, mas acho importantíssimo uma cidade do interior do Estado ter um campus de uma renomada faculdade pública federal ( UFC ).
    Vamos tenter resolver esse problema... ficar dando explicações de meio ambiente não cola, já que existe a possibilidade sim da faculdade adquirir um terreno em outro local onde a construção não seja prejudicial.
    Basta querer resolver!

    ResponderExcluir
  15. TUELLY BANDEIRA ( aluna de C. Biológicas da FECLESC )

    Estão sugindo comentarios que os alunos da UECE não querem a UFC em Quixadá por que poderia nos desfavorecer de alguma coisa... sendo que isso não é verdade! para a gente pouco importa se a UFC vem ou não para Quixadá! afinal, já estamos em uma universidade melhor ou igual em questões de ensino!!! sou mais uma que luta pelo meio ambiente e continuo com o grito de guerra: " UFC em Quixadá Sim, mais no CEDRO Não ". Sejam conciente e lutem pelo meio ambiente! particiem conosco juntos pela salvação do cedro! Dia 19/04 (domingo) uma bicleata, saída as 08:00 da FECLESC!

    ResponderExcluir
  16. Fábio Sampaio

    Não sou daqui. Pretendia ficar. Sou empresário e pretendia montar uma filial nesta cidade no ramo de fast food com pelo menos 20 empregos direitos a aproximadamente outros 20 indiretos.
    Estou decepcionado. Ouvi muita conversa na rua e percebi que de um lado existem pessoas preocupadas com esse lugar maravilhoso e do outro pessoas preocupadas em atender somente os seus interesses. Encontrei uma maravilha histórica destruida e pelo jeito brevemente esta cidade vai ficar intragável. Lamento pela imensa burrice que estao comentendo. Daqui a alguns anos voces terao um preço muito caro a pagar por não pensarem no futuro. Pelo jeito Itapipoca, Sobral e Iguatu são terras mais civilizadas.

    ResponderExcluir
  17. Pobres estudantes ...
    Caminhando e cantando. Observei da sacada do meu apartamento. A maioria com certeza nem conhece a história da luta pela nossa liberdade do regime militar. Vazios e inocentes ou nem tanto. Foram manipulados por outros professores com o susto de que quem defende a nossa natureza articula para tirar a UFC daqui. Uma verdade torta pois pelo que ouvi a intenção é apenas que não cometam mais um crime contra o meio-ambiente e a universidade seja construida em um local adequado.
    Pois lá vai a bomba. O interesse dos professore e diretores do CEFET e UFC em manter esses predios ali e porque estão comprando terrenos proximo ao acude do Cedro e ate lotes do DNOCS a preço de banana e pretendem construir mansoes ali. Se prepara Quixadá, agora é que a verdadeira exploração vai começar. DEPOIS NÃO DIGAM QUE NÃO FORAM AVISADOS !

    ResponderExcluir
  18. Como Biólogo, percebo que em momento algum se cogitou ou deu-se um crédito à capacidade potencial que temos em nos desenvolvermos sustentavelmente. Pergunto: Será que o momento não seria para começarmos a pensar em formas mais conciliáveis de convivência com o ambiente? Temos que deixar de lado o pensamento de que: ambiente é prá contemplar. Preservar sim, utilizar, também, com respeito, fazendo parte dele. A melhor forma que se tem de contribuir para a degradação de um ambiente é não se terem pessoas conscientizadas dentro dele, zelando por ele, integrando-se a ele. Por isso, pessoas de qualidade cultural, como se pensa que são as que farão parte da universidade que tenta se firmar às margens do cedro, farão a diferença numa convivência harmônica entre homem e ambiente e todos poderão tirar bons proveitos educativos,inclusive a comundade que verá, no exemplo deixado pelos universitários, que alí se instalarão, uma forma de adequar inteligentemente, cultura-desenvolvimento-ambiente-sociedade.

    ResponderExcluir
  19. Quem está por trás da ONG do Senhor OSvaldo de Andrade? Será que, esse sim não seria o real favorecido com a não implçantação da UFC no Cedro? Quem é AIRTON BURITI???????

    ResponderExcluir